Header Ads

A amarga verdade de quem chegou na casa dos 30


Um popular blogueiro que atende pelo pseudônimo de Morena-morana escreveu um artigo sobre problemas que quem está na casa dos 30 anos tem.
Evidentemente, você pode discordar do que ele pensa, mas antes precisa conhecer o seu argumento.
“Todos os dias você vai para o trabalho, mas ainda não ganha um dinheiro fabuloso? A rotina não traz felicidade, e você tem certeza de que nasceu para uma
vida melhor?”, introduz ele, que depois elenca o que chama de “amarga verdade, e nada mais que a verdade” para desenvolver seu ponto de vista, exposto nos três seguintes itens:
A amarga verdade de quem chegou na casa dos 30
Popular blogueiro que atende pelo pseudônimo de Morena-morana escreveu um artigo sobre problemas que quem está na casa dos 30 anos tem. Foto: Incrivel.club
1. A armadilha das grandes aspirações, ou por que nunca seremos felizes.
Aqui, Morena-morana faz uma comparação entre a geração de quem está na casa dos 30 anos e a das avós destas pessoas. Para ele, a geração mais velha poucas vezes sonhava com príncipes encantados, hotéis luxuosos no exterior, ou mesmo uma boa bebida, e se contentava com um emprego estável e em uma vida mais simples.

PUBLICIDADE
Segundo o argumento do autor, a outra geração não se lembra dos tempos em que a fome era muito presente, e muitas de suas avós consideram exageradas suas aspirações.
Ele diz que os homens sonham em ser oligarcas sem vontade de fazer qualquer trabalho manual e que as jovens mulheres são muito preguiçosas, e completa dizendo que uma mulher de sucesso é aquela que não faz nada e que se junta ao oligarca como uma parasita totalmente sustentada.
2. A saciedade (satisfação excessiva)
Ele argumenta que é fácil demais conseguirmos as coisas, que tudo parece pouco e que nada nos surpreende. Cita o jejum ou a quaresma, adotado por religiões, como uma forma de darmos valor à comida, porque quanto maior a fome, melhor será o que comermos.
3. O egoísmo
Ele argumenta que as pessoas não ajudam os próprios pais a trabalhar no campo porque sabem que o café da manhã estará na mesa todos os dias, e cita outros exemplos para dizer que não ninguém pensa em se doar.
Fonte: Incrivel.club
Tecnologia do Blogger.